Funbio

Programa Juruti Sustentável – Funjus e Conjus

O Fundo Juruti Sustentável (Funjus) é uma experiência inovadora de apoio financeiro à implementação de projetos socioambientais no município de Juruti, no estado do Pará. Desenvolvido pelo Funbio, integra a estratégia de desenvolvimento Juruti Sustentável, que abrange também o fórum consultivo denominado Conselho Juruti Sustentável (Conjus) e os Indicadores de Desenvolvimento, com uma linha de base sistematizada pela Fundação Getulio Vargas (GV-CES) em uma metodologia de construção conjunta com a comunidade.

Em 2011, foram finalizados todos os 21 projetos apoiados pelo primeiro edital do Funjus. Foram 519 mil reais aportados para os projetos, que, em sua maioria, estavam focados em alternativas para geração de renda (capital econômico). Conheça os projetos.

No final do ano, o Funbio, a Alcoa, a Prefeitura de Juruti e organizações civis locais, assinaram o documento de criação do Fundo Semi-patrimonial, que irá garantir ao município investimentos em projetos de sustentabilidade para os próximos dez anos. O foco de atuação direta do fundo será o fortalecimento da capacidade produtiva do município, apoiando as instituições locais e seguindo um plano de desenvolvimento de longo prazo. Neste mesmo ano, o Funbio assumiu a coordenação do Conjus, com o objetivo de elaborar esse plano de desenvolvimento junto ao conselho.

O ano de 2012 marcou o início de uma fase de transição do Funjus, que após quatro anos desde a sua criação, se une ao Conjus e assume personalidade jurídica própria, como uma associação civil sem fins lucrativos. Essa fusão, que pretende dar mais liberdade na captação de recursos, também fica marcada pela transição operacional de atribuições, que começa a deixar gradativamente o Funbio, e passa para uma a equipe local do Funjus/Conjus.

Os projetos encerrados do primeiro edital (2009) do Funjus foram avaliados e constam num relatório final de avaliação dos projetos, o que possibilitou a reformulação das demandas da Carta Juruti Sustentável – Conjus. Em 2012, houve o lançamento do segundo edital, no qual os atores locais foram incentivados a buscar recursos adicionais de fontes públicas e privadas. O recurso do Funjus neste edital é dedicado à assistência técnica e contrapartida, e também inclui as seguintes áreas: educação, cultura e turismo; infraestrutura e saneamento; desenvolvimento rural e urbano; saúde; segurança e cidadania; e meio ambiente. Para este edital será disponibilizado um total de 500 mil reais para apoiar a formulação dos projetos selecionados e para contrapartidas mínimas.

 
Programa Juruti Sustentável já lançou dois editais para chamada de projetos.
Veja aqui o primeiro edital. E o segundo edital.
Destaque

O Funjus iniciou operações em 2009, com 2 milhões de reais doados pela Alcoa, que já comprometeu um aporte de 4 milhões adicionais ao longo dos próximos três anos. Além do apoio essencial da empresa, a estratégia de consolidação do Fundo inclui a entrada de novos financiadores, como o projeto Probio II, que aportará 2 milhões à título de contrapartida (podendo chegar a cerca de 2,5 milhões caso haja aportes de outros parceiros).

 

 

Relatório de avaliação final dos projetos

apoiados no edital

001/2009 do Funjus

Indicadores de Juruti

Monitoramento 2011

Acompanhe o desenvolvimento do município através do site Indicadores de Juruti.

Parceiros