AUTONOMIA KAYAPÓ

voltar

O que é

Instituição Responsável: Instituto Raoni

Selecionado na 3ª Chamada de Projetos, Promover a Autonomia Socioeconômica, Territorial, Institucional, Cultural e Política dos Kayapó  tem como principais objetivos apoiar o fortalecimento da autonomia socioeconômica e cultural, a proteção territorial e a participação efetiva dos Kayapó em processos e instâncias de tomadas de decisão sobre questões de interesse e de garantia dos seus direitos. O projeto é desenvolvido em 16 aldeias presentes de duas terras indígenas, onde vivem mais de 2 mil indígenas:  Menkragnoti, no Pará, e Capoto/Jarina, no Mato Grosso.

Entre as principais atividades estão a promoção do aumento de produção, gestão e comercialização do artesanato, o fortalecimento da cadeia produtiva de cumaru e copaíba, o apoio à produção de roças para subsistência e comercialização, a garantia do funcionamento e da realização de ações institucionais do Instituto Raoni, o apoio à inibição da presença de invasores e de ameaças externas e à troca de experiências entre indígenas nas áreas de políticas públicas, gestão territorial e ambiental.

Situação

Contratado – Em andamento

Local

Peixoto de Azevedo – MT, Brasil

Eixos Temáticos

1. Atividades de Monitoramento Territorial

2. Desenvolvimento de atividades produtivas sustentáveis

3. Atividades de Gestão Territorial

4. Fortalecimento da representação política Kayapó

5. Atividades de apoio administrativo

Terras Indígenas contempladas

TI Capoto/Jarina e TI Menkragnoti

Valor total do projeto
(incluindo contrapartida)

R$ 1.201.023,08 ( um milhão duzentos e um mil, vinte três reais e oito centavos)

Valor apoiado pelo Fundo Kayapó

R$ 999.623,08 (novecentos e noventa e nove mil, seiscentos e vinte três reais e oito centavos)

Situação

Em Andamento

Ano início

2017

Bioma

Amazônia

mapa de atuação

Territórios Indígenas onde acontece o Autonomia Kayapó

Expandir o mapa