GEF TERRESTRE

voltar

O que é

O projeto Estratégia de Conservação, Restauração e Manejo para a Biodiversidade (GEF Terrestre) vai atuar nos três biomas com menor representatividade no Sistema Nacional de Unidades de Conservação (SNUC): o Pampa com 3,3% de áreas protegidas, o Pantanal 4,6% e a Caatinga 7,5%.

Serão utilizadas três estratégias para promover a conservação nestes biomas. São elas: (1) expansão e consolidação do SNUC, por meio da criação de novas Unidades de Conservação (UCs) e do aumento da efetividade das já existentes; (2) restauração da vegetação nativa; e (3) Planos de Ação Nacionais de espécies ameaçadas. E contará com o envolvimento de comunidades locais e proprietários do entorno das UCs.

A iniciativa tem como parceiros o ICMBio, Jardim Botânico do Rio de Janeiro (JBRJ), e órgãos estaduais, sob coordenação técnica do Ministério do Meio Ambiente. Recebeu a doação de cerca de US$ 32 milhões do Fundo Global para o Meio Ambiente (GEF), que terá o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) como agência implementadora e o Funbio como executor financeiro. Terá duração de 5 anos.

Situação

Em Andamento

Ano início

2018

Bioma

Pampa, Pantanal, Caatinga