Conservação e Manejo do Pato-Mergulhão

voltar

Sobre o subprojeto

O projeto foi executado pelo Instituto Terra Brasilis na região de entorno do Parque Nacional da Serra da Canastra, em Minas Gerais, área chave para a conservação do pato-mergulhão (Mergus octosetaceus). Teve como principal objetivo, promover a conservação em longo prazo da espécie, que é criticamente ameaçada de extinção e uma das dez espécies de aves aquáticas mais ameaçadas do mundo, por meio de atividades de pesquisa biológica.

Os principais resultados do apoio do Tropical Forest Conservation Act foram, o registro de 30 indivíduos ao longo dos 235 km de 8 diferentes cursos d’água , a confirmação de nove novos territórios de pato-mergulhão, representando um significativo aumento do tamanho populacional e da distribuição da espécie na região, a captura e marcação com anilhas de cinco novos indivíduos de de duas diferentes famílias, além da recaptura de três indivíduos já marcados, o registros de uso do território pelo Pato-mergulhão ao longo do dia e confirmação de permanência de casais nos respectivos territórios ao longo do ano e a obtenção de novas informações sobre diferentes aspectos da biologia do pato-mergulhão tais como substituição de parceiros, reutilização de ninhos e sobreposição de territórios.

situação

Concluído

Ano início

2011

biomas

Cerrado

mapa de atuação

expandir o mapa