Quem somos

284

PROJETOS APOIADOS EM 21 ANOS

233

INSTITUIÇÕES BENEFICIADAS

322

UNIDADES DE CONSERVAÇÃO APOIADAS

70

MILHÕES DE HECTARES APOIADOS

20

TERRAS INDÍGENAS APOIADAS

27

CHAMADAS DE PROJETOS EM 21 ANOS

O Fundo Brasileiro para a Biodiversidade, Funbio, é uma associação civil sem fins lucrativos, que iniciou sua operação em 1996. É um mecanismo financeiro inovador, criado para desenvolver estratégias que contribuam para a implementação da Convenção sobre Diversidade Biológica (CDB) no Brasil. Ao longo dos seus 21 anos de operação, o Funbio atua como parceiro estratégico do setor privado, de diferentes órgãos públicos estaduais e federais e da sociedade civil organizada.

Essas parcerias viabilizam os investimentos socioambientais das empresas e a redução e mitigação de seus impactos, bem como o cumprimento de suas obrigações legais. Na esfera pública, visam consolidar políticas de conservação e viabilizar programas de financiamento ambiental.

Como trabalhamos

Unidades de Doações Nacionais e Internacionais

Gerencia projetos financiados por recursos com origem em doações privadas e acordos bi e multilaterais assinados com o governo brasileiro. Entre os projetos gerenciados estão o Áreas Protegidas da Amazônia (Arpa), maior programa de proteção de florestas tropicais do mundo, e o Áreas Marinhas Protegidas (GEF Mar), que aumentará de 1,5% para 5% a superfície marinha e costeira protegida do Brasil. A gestão dos projetos é feita segundo regras específicas dos contratos firmados com os doadores.

Unidade de Obrigações Legais

Gerencia projetos financiados por recursos com origem em obrigações legais, como compensações ambientais, medidas compensatórias, conversões de multas e condicionantes de licença ambiental, formalizados por meio de contratos, termos de compromisso, de acordo judicial (TAJs) ou de ajustamento de conduta (TACs). Entre as iniciativas gerenciadas estão o Mecanismo para a Conservação da Biodiversidade do Estado do Rio de Janeiro (Fundo da Mata Atlântica - FMA/RJ), que executa recursos de compensações ambientais em Unidades de Conservação (UCs) do estado, e a maior iniciativa coordenada sobre toninhas (os golfinhos mais ameaçados do Atlântico brasileiro), que têm recursos provenientes de um TAC celebrado com o Ministério Público Federal.

Projetos Especiais

A área trabalha no diagnóstico do ambiente financeiro e no desenho de mecanismos e ferramentas que viabilizam o acesso a novas fontes para projetos de conservação. Entre os produtos desenvolvidos pela unidade de Projetos Especiais está o Fundo da Mata Atlântica do Estado do Rio de Janeiro (FMA/RJ), que viabilizou o acesso de recursos privados oriundos de compensações ambientais do estado. Esses valores representam importante fonte extra-orçamentária para projetos ambientais.

MISSÃO

Aportar recursos estratégicos para a conservação da biodiversidade

VISÃO

Ser referência na viabilização de recursos estratégicos para a conservação da biodiversidade

Somos guiados pelos seguintes valores

Atividades: