PATRIMÔNIOS DE ÁREAS PROTEGIDAS: UMA NOVA ABORDAGEM CONCILIANDO CONSERVAÇÃO E DESENVOLVIMENTO LOCAL

Voltar

PATRIMÔNIOS DE ÁREAS PROTEGIDAS: UMA NOVA ABORDAGEM CONCILIANDO CONSERVAÇÃO E DESENVOLVIMENTO LOCAL

Pesquisa Realizada por: Norah Costa Gamarra

Ano: 2018

Linha: Gestão territorial para a proteção da biodiversidade

Bioma: Marinho Costeiro

As áreas protegidas representam as maiores ferramentas globais para manutenção da biodiversidade, recursos naturais e serviços ecossistêmicos. Entretanto, um debate ainda pulsante na literatura é sobre as implicações que a implementação e presença de áreas protegidas acarretam para as sociedades tradicionais. Elas vivem em seu entorno e dentro dessas áreas.

Alguns autores argumentam que essas populações locais, sobretudo em países em desenvolvimento, arcam com o fardo pesado dos custos de oportunidades. Isto decorrente principalmente da limitação quanto ao uso dos recursos. Desta forma, torna-se necessário evidenciar e ampliar o potencial que as áreas protegidas têm para população e para economia nacional.

Utilizando uma abordagem baseada em Assets naturais de áreas protegidas iremos investigar o potencial de desenvolvimento local. Isso será realizado a partir do manejo de Assets por comunidades locais em áreas protegidas de uso sustentável. Classificados em cinco grupos (biofísicos, humanos, de infraestrutura, institucionais e culturais), os Assets são elementos (recursos, entidades, atributos e inter-relações) com potencial para gerar valor à área protegida (monetário ou não) e que podem agregar valor quando geridos.

Entender o funcionamento e dinâmica dos Assets, neste contexto, fornecerá subsídios e informações necessárias para elaboração de um planejamento estratégico de gestão e uso de Assets em áreas protegidas. Servirá como um guia a ser incorporado à gestão de áreas protegidas, para que os gestores acessem e trabalhem os recursos das áreas de acordo com a realidade social da região.

 

Currículo Lattes

Biografia:

Latina americana, natural de Alagoas e com origem também Boliviana, carrega da cultura de seus ancestrais o encanto pelas comunidades detentoras de conhecimento e práticas tradicionais. É formada pela Universidade Federal de Alagoas, como Bacharela e Mestra em Ciências Biológicas com ênfase em Biodiversidade e Conservação. Integrante do grupo de pesquisa e Laboratório de Conservação no Século 21, onde participa de pesquisas de conservação em áreas protegidas, mais especificamente com gestão, resiliência de áreas protegidas e sistemas socioecológicos. Possui também experiências na área de Botânica, Educação Ambiental e Comunicação científica. Neste último, desenvolve atividades de comunicação e divulgação científica do seu grupo de pesquisa, atuando na produção de textos para o blog e redes sociais. Em seu mestrado trabalhou com Valoração das Áreas Protegidas Brasileiras a partir de uma abordagem de Assets em Planos de Manejo de Unidades de Conservação Federais. Atualmente, doutoranda da mesma instituição, desenvolve sua pesquisa em Áreas Protegidas, com identificação de Assets naturais e a aplicação de uma abordagem baseada na gestão destes, em Unidades de Conservação de Uso Sustentável. Atuando também no levantamento de práticas de manejo sustentável nessas áreas, para elaboração de uma proposta de plano de uso de Assets em prol do desenvolvimento das comunidades tradicionais residentes em Áreas Protegidas.

Videos

Fotos

Biblioteca

Documento: Norah Gamarra - Projeto de Pesquisa