MÍDIAS SOCIAIS E GOVERNANÇA EM ÁREAS PROTEGIDAS

Voltar

MÍDIAS SOCIAIS E GOVERNANÇA EM ÁREAS PROTEGIDAS

Pesquisa Realizada por: Carolina Neves Souza

Ano: 2020

Linha: Gestão territorial para a proteção da biodiversidade

Bioma: Mata Atlântica

Estudos em grande escala sobre o interesse público e análise de sentimento sobre a conservação da natureza são praticamente inexistentes. No entanto, compreender as interações e sentimentos humanos sobre a natureza e áreas protegidas (AP) é uma estratégia promissora para atrair apoio da sociedade à conservação e subsidiar tomadores de decisão e pesquisadores no planejamento da conservação e na comunicação com o público.

O conhecimento da existência da área protegida, dos objetivos de sua criação e seus regramentos, assim como uma boa comunicação entre o órgão gestor da AP e seus usuários são alguns dos fatores que influenciam no apoio, participação e interesse da sociedade às APs.

Neste sentido, o objetivo desta pesquisa é compreender como as mídias sociais podem melhorar as práticas de governança nas áreas protegidas. Para isso, serão extraídos dados do twitter, YouTube e de notícias relacionadas às 334 áreas protegidas federais e serão analisadas variáveis como: n.º curtidas, n.º de publicações, n.º de visualizações, conteúdo dos comentários e de notícias.

Além disso, serão realizadas entrevistas com os gestores e conselheiros de Parques Nacionais classificados com grande, média e baixa visibilidade da mídia como amostra do estudo, para entender as relações entre as mídias sociais e a governança em áreas protegidas.

Ao final, espera-se que assuntos com baixa popularidade sobre as APs possam ser melhor promovidos e esforços para impulsionar as APs nos locais com baixo engajamento nas mídias sociais possam ser melhor direcionados; assim como, entender a influência dos meios de comunicação nas áreas protegidas pode promover  campanhas de sensibilização mais eficazes a fim de aumentar o apoio público à conservação dessas áreas e  promover o aumento do interesse público na participação social nos espaços de tomada de decisão.

 

Currículo Lattes

Biografia:

Sou licenciada em Ciências Biológicas com mestrado em Gestão e Políticas Ambientais pela Universidade Federal de Pernambuco, onde pesquisei sobre governança em Unidades de Conservação marinhas. Fui pesquisadora do ICMBio pelo Projeto Área Marinhas Costeiras Protegidas - GEF Mar com atuação na área de gestão socioambiental da APA Costa dos Corais. Atualmente sou voluntária no Instituto Yandê: Educação, Cultura e Meio ambiente e doutoranda do programa de Diversidade Biológica e Conservação nos Trópicos da Universidade Federal de Alagoas.

Fotos