Bolsas Funbio

PREDITORES DAS AMEAÇAS À TARTARUGA VERDE EM AMBIENTE RECIFAL

Pesquisa Realizada por: Júlia de Souza Vieira

Ano: 2019

Linha: Conservação manejo e uso sustentável de fauna e flora

Bioma: Marinho Costeiro

Tartarugas verdes são animais que fazem grande uso da zona costeira e são utilizados atualmente como sentinelas para as condições ambientais por serem sensíveis a diversos impactos como pesca, poluição por plástico e fibropapilomatose.

Este trabalho está sendo realizada no litoral Norte de Alagoas, de Maragogi a Maceió, uma área costeira similar quanto à formação recifal, mas que compreende praias com diferentes tipos de ocupação e uso e que abrange a maior parte da Área de proteção Ambiental Costa dos Corais. O objetivo principal dessa pesquisa é entender como as ameaças às tartarugas verdes são influenciadas por diferentes tipos e graus de ocupação costeira e variadas intensidades de pesca.

Os resultados que serão obtidos com este projeto irão ajudar a elucidar as relações entre a ocupação costeira e as pressões sobre populações de tartarugas verdes, respondendo a questões prioritárias para conservação destes animais, além de ajudar a embasar políticas públicas e projetos de conservação.

Biografia:

Sou Júlia Vieira, bióloga formada pela Universidade Federal de Alagoas (UFAL), e mestranda no programa de pós-graduação em Diversidade Biológica e Conservação nos Trópicos, onde pesquiso, com apoio do FUNBIO, sobre conservação de tartarugas marinhas. Durante a graduação tive a oportunidade de ser monitora na área da Botânica e fui mediadora do Museu de História Natural da UFAL, onde pude ver a importância não só de fazer Ciência, mas também de divulga-la para a população que a torna viável.

Videos

Fotos

Biblioteca

Documento: Júlia de Souza Vieira - Projeto de Pesquisa