Curso de capacitação em espeleoturismo para guias e condutores

voltar

Sobre o subprojeto

Instituto Ambiental Brasil Sustentável – IABS

O projeto teve como objeto atingir a região cárstica da Bacia do Rio São Francisco, que abrange 521 municípios em seis estados: Bahia, Minas Gerais, Pernambuco, Alagoas, Sergipe e Goiás, além do Distrito Federal. O principal objetivo foi capacitar guias e condutores de espeleoturismo do alto, médio e baixo São Francisco em temas relacionados ao meio ambiente, cultura, espeleologia, normas de segurança para assegurar experiências sustentáveis e de alta qualidade nas visitas turísticas em cavernas.

Entre os principais resultados estiveram a elaboração de conteúdo, material didático e a contratação de equipe de instrutores.

"O ambiente caverna é muito particular e a parte turística ainda é muito desordenada. O financiamento foi imprescindível. Nós fazemos parte do grupo assessor do Plano de Ação Nacional para a conservação das cavernas do São Francisco. Na construção deste plano, foi identificado que a experiência turística nas cavernas da região deixava muito a desejar. Com o projeto, capacitamos condutores nas três regiões do São Francisco: o Alto, Médio e Baixo São Francisco. Foram 18 meses de projeto, formamos quase 90 condutores em 120 horas de aula.

Marcela Pimenta (IABS)
"

Situação

Concluído

Ano início

2011

Bioma

Cerrado, Mata Atlântica, Caatinga