A Mata Atlântica da Caatinga

voltar

Sobre o subprojeto

Associação de Pesquisa e Preservação de Ecossistemas Aquáticos – AQUASIS

O projeto ocorreu na Serra de Baturité/CE, que com 38 mil ha é considerado o maior enclave de Mata Atlântica do Ceará, sendo uma ilha de floresta úmida em meio à paisagem semiárida, pois 92% do estado é recoberto pela Caatinga.

O principal objetivo deste projeto foi promover a conservação da Serra de Baturité, através do envolvimento da sociedade local, utilizando o Periquito Cara-suja como um símbolo para uso sustentável dos recursos florestais e conservação da biodiversidade.

Entre os principais resultados do apoio do TFCA estão, a Inserção do projeto nas agendas e participação em eventos locais (municipais e estaduais), participação em reuniões do Conselho da APA da Serra de Baturité, como membros, parceria entre o projeto e o programa de educação ambiental do órgão estadual gestor da APA da Serra de Baturité – CONPAM.

"O Ceará tem um problema muito sério de extinções provocadas não só por perda de habitat, mas também por captura, que é uma cultura muito forte no Nordeste. O periquito-de-cara-suja é uma espécie símbolo desses dois impactos. Nosso foco foi trabalhar o lado social, envolvendo educação ambiental, sensibilização e campanha de combate à gaiola. Tentar trazer para a população o orgulho de ter aquela espécie única no ambiente da região. Até então a gente só fazia pesquisas com a espécie. O TFCA nos ajudou a complementar o trabalho com a divulgação nas comunidades.

Fabio Nunes (Aquasis)"

Situação

Concluído

Ano início

2011

Bioma

Mata Atlântica

mapa de atuação

Veja onde estão nossos Programas e Projetos

Expandir o mapa