ESTRATÉGIA FINANCEIRA PARA AS ÁREAS PROTEGIDAS NA COLÔMBIA

voltar

O que é

Foto: Parque Nacional Natural Los Nevados, acervo Parques Nacionales Naturales de Colombia.

 

O FUNBIO e a consultora alemã GITEC foram contratados pelo Fundo Patrimônio Natural (membro da RedLAC, da qual o FUNBIO também faz parte) para a realização de estudos relacionados ao financiamento sustentável das áreas protegidas da Colômbia. A meta é criar uma estratégia para manter as áreas a longo prazo, assim como o Fundo de Transição do Programa ARPA, que prevê um incremento gradual de recursos governamentais e privados para que, ao fim de 25 anos, financiem 100% das unidades. Este modelo é um dos diferenciais que tornaram o ARPA referência para países vizinhos.

O projeto se desenvolve no âmbito de uma parceria entre pelo Patrimônio Natural e a Fundação Gordon and Betty Moore para a melhoria da gestão do Sistema Nacional de Áreas Protegidas e sustentabilidade a longo prazo, que tem dentre suas atividades possui o Programa de Financiamento para a Permanência (PFP Colômbia). O modelo de custos desenhado pelo FUNBIO foi elaborado com base no Programa Herencia Colombia (HECO) e oferece à Colômbia a possibilidade de estimar quanto custa criar, consolidar e manter o sistema do programa HECO, que contempla todas as áreas protegidas federais e algumas regionais, além de paisagens produtivas.

Em 2019, o projeto foi concluído.

Situação

Concluído

Ano início

2017

mapa de atuação

Veja abaixo os locais onde acontece o Estratégia financeira para o sistema de áreas protegidas na Colômbia

Expandir o mapa