AFCoF II

voltar

O que é

Iniciado em 2010 e finalizado em 2015, o Proteção da Mata Atlântica (AFCoF II) é um projeto do governo do Brasil coordenado pelo Ministério do Meio Ambiente (MMA) que visou o manejo sustentável e recuperação da Mata Atlântica, com ações associadas à conservação da biodiversidade para contribuir para a mitigação dos efeitos das mudanças climáticas. Os recursos foram doados pela Iniciativa Internacional de Proteção do Clima (IKI), do Ministério do Meio Ambiente da Alemanha (BMU). O aporte total foi de R$16 milhões, que chegaram por meio da Cooperação Técnica e Financeira Brasil – Alemanha, dos quais fazem parte o Banco Alemão do Desenvolvimento (KFW) e a Cooperação Técnica Alemã (GIZ).

O Funbio foi o administrador financeiro do projeto, planejou e conduziu todo o processo operacional, com ações como contratações de bens e serviços para os subprojetos, monitoramento técnico-financeiro e a elaboração de relatórios, incluindo informações para subsidiar a avaliação dos impactos do projeto.

O projeto teve como principais resultados o apoio a pelo menos 10 mil km² de Unidade de Conservação (UC). Foram demarcadas e estudados 6 mil km² de unidades federais, estaduais e municipais e criadas 4 mil Km² de unidades federais. Também viabilizou 14 projetos de pagamento por serviços ambientais (PSA) nos temas de proteção de recursos hídricos, fixação de carbono e conservação da biodiversidade, que beneficiaram uma área de 8.776 km² e 1.768 famílias nas regiões do bioma. Foi criada também uma unidade de monitoramento que controla a absorção de carbono e biodiversidade na Mata Atlântica.

Foto: Marizilda Cruppe

situação

Concluído

Ano início

2010

biomas

Mata Atlântica