Rede de Restauração Ecológica do Corredor de Biodiversidade do Nordeste

voltar

Sobre o subprojeto

Instituição Responsável: Centro de Pesquisas Ambientais do Nordeste – Cepan

O projeto foi realizado nas regiões de Cabo de Santo Agostinho-PE, Santa Rita-PB, região sul do estado de Pernambuco, Zona da Mata, região mais úmida do estado onde existe uma maior quantidade de fragmentos de Floresta Atlântica. A área de estudo faz parte do Complexo do Porto de Suape. Teve como objetivo desenvolver, por meio de pesquisas ecológicas aplicadas e treinamento intensivo de pessoal técnico, modelos gerais de reflorestamento para duas das mais importantes paisagens do Corredor de Biodiversidade do Nordeste (CBNE).

Os principais resultados foram o mapeamento das paisagens que vai da construção de uma base de dados SIG detalhada das três paisagens foco e mapas temáticos de: cobertura vegetal natural, fatores de degradação, Áreas de proteção permanente (APP) e Zonas de Reserva Legal. A determinação do potencial de regeneração natural das paisagens foco. Realização de um curso sobre adequação ambiental, uma capacitação em produção com alta diversidade biológica para produtores de mudas do Corredor de Biodiversidade do nordeste da Mata Atlântica e um curso sobre monitoramento de áreas restauradas.

"“Estamos falando de uma região onde os holofotes de financiamento são escassos, devido a uma baixa capacidade institucional de captar recursos em fundos competitivos. Com o TFCA, inauguramos uma agenda ambiental estratégica e nova para a região mais prioritária de ações de conservação da Mata Atlântica. Tanto em termos de projetos aplicados e práticos de restauração florestal como de desenvolvimento de capacidades.
Capacitamos mais de 100 pessoas com as melhores tecnologias de restauração do Brasil e do mundo.

Severino Rodrigo (Cepan)"

Situação

Concluído

Ano início

2011

Bioma

Mata Atlântica

mapa de atuação

Veja onde estão nossos Programas e Projetos

Expandir o mapa