PROJETO K

voltar

O que é

Rio Cacheu, Guiné-Bissau / Foto: Leonardo Geluda/FUNBIO

 

O Projeto K – Conhecimento para Ação é uma iniciativa conjunta da Rede de Fundos Ambientais da América Latina e do Caribe (RedLAC) e do Consórcio de Fundos Africanos para o Meio Ambiente (CAFÉ). Juntas, as duas redes somam 40 fundos ambientais de 28 países. Os membros estão entre os gestores financeiros de alguns dos mais importantes projetos de conservação dos respectivos países. O papel do FUNBIO é gerenciar o projeto, que está dividido em quatro componentes: (1) inovação em mecanismos financeiros, (2) capacitação, orientação e intercâmbio (3) comunicação e base de dados e (4) fortalecimento institucional.

O Fundo Francês para o Meio Ambiente Mundial (FFEM), MAVA e o GEF por meio do PNUMA são os financiadores do projeto. O FUNBIO faz o gerenciamento dos recursos financeiros e atividades.

“Inovação em mecanismos financeiros” fomentou estudos e desenhos de novos meios de mobilizar recursos para a conservação. Na primeira etapa (março/2016), os fundos apresentaram conceitos. Dez foram escolhidos por um comitê técnico externo, e receberam doação de USD 20 mil para checar a viabilidade da proposta. Na segunda, os estudos foram analisados, seis receberam aporte de até USD 200 mil. Cada estudo-piloto foi sistematizado em formato de estudo de caso.

“Capacitação, orientação e intercâmbio” promoveu atividades de mentoria e envolveu 18 Fundos ambientais. Cada experiência foi sistematizada em formato de estudo de caso. Também foi formado um grupo de monitoramento e avaliação para realizar monitoramentos de impacto dos fundos ambientais na conservação da biodiversidade.

“Comunicação e base de dados” desenvolveu uma plataforma web (www.proyectok.org)nos três idiomas oficiais do projeto (inglês, francês e espanhol) para comunicação e aprendizagem, não apenas do projeto K, mas das redes de Fundos Ambientais.

“Fortalecimento institucional” apoiou a elaboração e revisão dos planejamentos estratégicos, a estruturação e a consolidação das duas redes. Receberam ainda apoio para participarem das assembleias, assistindo aos workshops ou dentro de grupos de trabalho de 2015 a 2018.

 

ODS

Situação

Em Andamento

Ano início

2015

Parceiros

Nome da empresa

mapa de atuação

Veja abaixo os locais onde acontece o Projeto K

Expandir o mapa